Searching...
17 de fevereiro de 2013
domingo, fevereiro 17, 2013

Espaço do Fã: Fagner fala com propriedade sobre a carreira de Angélica!


Com a volta de Angélica ao Estrelas neste sábado (16), o Espaço do Fã mudou de dia e a partir de hoje será publicado aos domingos. Para estrear essa nova fase convidamos o sempre autêntico, as vezes polêmico, mas um grande entendedor da carreira de Angélica, Fagner, nosso amigo do Mural de Recados. Entre estudo e compromissos, ele encontra tempo para colaborar como moderador na maior e melhor comunidade da Angélica no Orkut, a Angélica Oficial. Mas chega de papo, deixamos que ele mesmo se apresente:

"Olá, 'Angelfãs', meu nome é Fagner David e sou da cidade de Natal/RN, mais conhecida como "a noiva do sol". Recentemente (15/01) completei 24 anos de idade. Trabalho e estudo na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), onde curso História desde o ano de 2009. Esse ano me formarei e fecharei um ciclo muito especial na minha vida, mas darei continuidade a essa trajetória."

Fagner David, 24 anos,
Natal/RN (@Fagnerflan)

1) Conte como Angélica está presente na sua rotina. Desde que me conheço por gente a Angélica tem feito os meus dias mais felizes, fazendo parte do meu imaginário na minha rotina diária. Entro na internet para conferir notícias sobre a loira (sites, portais, blogs, redes sociais...). Além disso, procuro manter a comunidade da Angélica oficial, no Orkut, viva. Uma vez que o Orkut não representa mais uma força, no Brasil, pois muitos usuários abandonaram este espaço e migraram para outras redes sociais. Contudo, muitos fãs ainda continuam utilizando o Orkut por causa de suas comunidades preferidas. Assim, a comunidade da Angélica ainda se mantém como um lugar aconchegante em que os fãs se sentem confortáveis para expor seus pontos de vista. Por isso, procuro atualizar e manter o espaço bem organizado, exercendo minha função de moderador da melhor maneira possível.

Angélica apresentando o infantil Casa da Angélica.
2) Dificilmente você lembrara o dia em que começou a gostar da Angélica. Mas tente nos contar quando você percebeu que amava a nossa loirinha, que tipo de programa ela apresentava na época e qual idade você tinha. Meu amor pela Angélica teve início, em 1994, quando ela apresentava o vespertino "Casa da Angélica". Nesse período, tinha apenas 5 anos de idade e me lembro de poucos detalhes, apenas de recordações gerais. Trata-se de uma dessas datas marco que você acaba se lembrando por causa de eventos importantes, como por exemplo, a Copa do Mundo e a morte do Ayrton Senna. Tenho recordações desses momentos assim como tenho da Angélica na TV. Lembro-me do meu tio ficar cuidando de mim enquanto minha mãe saia para trabalhar. Nesse momento, o meu passatempo preferido era assistir Angélica. Ficava hipnotizado com a abertura do programa. Foi uma época inesquecível na TV, de Carrossel; Bom dia e Cia; Cavaleiros do Zodíaco e seriados japoneses que via na Manchete. Brincava na rua e achava que a vida era só fantasia.

Acima, a foto que o Fagner mais gosta!
3) Coleciona? Se sim, qual foi a primeira revista e/ou primeiro CD que você comprou dela? Colecionei durante um bom tempo (2000-2008). Quando comecei a colecionar material da Angélica, eu estava vivendo a pré-adolescência. Nesse momento, já tinha consciência de fã e foi um período de muita descoberta. O meu caso foi engraçado, pois na semana em que resolvi colecionar material da Angélica, eu sai para a banca de revistas em busca de fotos. Não tinha nenhum periódico com a loira na capa. Eram revistas especializadas em fofocas de novelas ("Viva", "Ti Ti Ti" e "Conta Mais") custavam apenas R$ 1 cada. Então, comprei as que estavam expostas no momento, pois o homem da banca não deixava ver se dentro da revista tinha alguma foto da Angélica. Levei para casa esperando por aquela foto de página inteira, mas o que consegui foi uma foto minúscula, numa parte da revista que mostrava modelos de roupas das artistas. Recortei e colei numa folha de papel ofício. Foi assim que comecei. Depois descobri os sebos e foi uma festa. Passava tardes em sebos, era uma terapia, pois eu adorava, catava tudo. O primeiro CD que adquiri foi uma coletânea intitulada "XXI Grandes Sucessos". Cheguei a ter quase todos os discos. Para a minha coleção ficou faltando o LP de 1992 e o CD de 1999. Hoje em dia não coleciono mais, tenho apenas duas revistas que comprei posteriormente, dois filmes em DVD e todos os discos baixados no meu computador. Contudo, tenho tudo guardado com muito carinho na minha memória e coração. Isso é o que importa e isso é o que fica, o amor!

4) Nem todo amor é compreendido, ainda mais amor de fã. Como sua família entende esse seu amor? Eles apoiam ou nem sabem que você é fã da Angélica? Eles sempre souberam e nunca interferiam. Minha mãe sempre gostou da Angélica e gostava de ver minhas fotos, mas nada demais.

5) Angélica dedicou grande parte de sua carreira a música. Dentre todas as músicas lançadas por ela, qual você mais gosta? Por quê? Difícil, mas uma música que sempre me cativou foi "Blue Jeans". Quando ouço essa música me lembro desse primeiro amor, de criança, inocente e mágico.



6) Qual momento mais marcou a vida da Angélica e porquê? Escolha um momento para cada uma das opções: pessoal / apresentadora / atriz / cantora / outro.
  • Pessoal - O nascimento dos 3 filhos, em especial, o nascimento do Joaquim. A entrevista dela ao Fantástico diz tudo.
  • Apresentadora - destaco a transição que ela conseguiu fazer de maneira espetacular do público infantil para o adulto. Ela cresceu e amadureceu profissionalmente. Se já era amada e respeitada pelas crianças e adolescentes, acabou conquistando o público adulto; a crítica especializada; ganhou prêmios e virou referência de grandes nomes, como por exemplo, Pedro Bial, que declarou ter Angélica como uma referência.
  • Atriz - Bela de "Caça Talentos" e Angel de "Zoando na TV".
  • Cantora - "Vou de Táxi". Foi nesse momento que Angélica se tornou, de fato, Angélica. Hoje em dia é um dos discos que mais gosto de ouvir.
  • Outro - A maneira discreta que conduziu sua vida pessoal na mídia, não se deixou levar por fofocas; nunca precisou pisar em ninguém e nem apelar para nada que não fosse o seu talento para conquistar o sucesso.

7) Nem todo fã tem a sorte de morar perto dela. Conte seu planos em conhecê-la e como acha que será esse momento. Queremos saber como é pra você viver distante de seu grande ídolo. Antigamente eu idealizava mais. Acreditava que um dia ela iria chegar à minha casa e iria me levar para conhecer a casa dela, conhecer à Globo, assistir uma gravação do seu programa, enfim, um dia de fã com tudo o que se tem direito, coisa de criança. Hoje em dia, ainda sonho muito com isso, mas não crio expectativas e nem idealizo. Mas, já pensei na possibilidade dela gravar uma temporada especial do Estrelas, em Natal. Já que é uma cidade turística e linda. Atualmente, a nova novela das 18:00 está sendo gravada aqui. Quem sabe a cidade não ganhe mais destaque e a Angélica se sinta motivada a voltar, já que ela esteve uma vez aqui, em 1996 ou 1997, não tenho certeza. Essa seria a maneira mais próxima da minha realidade. Ano passado estive no Rio de Janeiro, pesquisando. Pensava a todo o momento, já pensou se encontro Angélica gravando uma matéria por aqui? Era uma possibilidade. Não consigo imaginar como será esse momento, se vou chorar; se vou paralisar ou ficar sem voz, mas uma coisa é certa, será um dos dias mais felizes da minha vida. Para mim, morar distante da Angélica só é ruim por um motivo: a dificuldade para conhecê-la pessoalmente. Mas, cada vez que vejo uma foto, notícia, assisto ao seu programa, ouço sua música e penso nela, me sinto como se estivesse ao lado dela.

8) De frente com Angélica, mas só pode falar uma frase! Qual seria? Vou traduzir no trecho de uma música especial: "Eu tenho tanto prá lhe falar. Mas com palavras não sei dizer. Como é grande o meu amor por você..." (Roberto Carlos).

9) Em que momento a Angélica serve de exemplo ou como uma amiga mesmo não estando presente? Nos momentos difíceis. Quando tenho que enfrentar um desafio que acho que não vou conseguir, eu me lembro da força de vontade, da dedicação e da superação que ela já passou na vida profissional e pessoal.

Foto de 2012 favorita de Fagner. 
10) O que mais admira na Angélica? A humildade.

11) Defina Angélica em uma palavra. Sonho. Explicando: Simbolicamente, ela representa um sonho a ser alcançado e vivido, ela é o sonho em si, o meu sonho a ser realizado e o seu exemplo - de lutar pelos seus sonhos e realizá-los - me motiva a buscar os meus sonhos e realizá-los. Ela me mostra que isso é possível. Ela sendo um sonho, me motiva a sonhar, quando penso em Angélica, sonho. Sonho com ela, sonho comigo.

12) Você se incomoda com os boatos?
Quando são mentirosos, sim. Mas, a verdade é sempre bem vinda, seja ela qual for.

13) Algo que você ainda quer ver a Angélica fazendo. O meu desejo já veio parar aqui uma vez numa nota que escrevi chamada "Desejo de fã" (relembre aqui). O meu desejo seria, em poucas palavras, ver a Angélica num programa de auditório, em horário nobre e para todo o Brasil. Com tudo o que ela tem direito e merece.

14) (PERGUNTA FEITA PELA FÃ JULIANA) - Os ídolos são criados e consagrados na adolescência, quando temos uma certa poesia na maneira de ver a vida e tratar as suas questões. Você acha que a sua maturidade vai inibir esse sentimento de idolatria que sente pela Angélica? O sentimento de idolatria, sim. Eu diria que ela (a idolatria) não faz mais parte da minha vida. Acredito que a idolatria é algo ruim, nos cega e nos faz perder a realidade. Isso não significa que deixamos de amar, de fantasiar, de torcer pelo sucesso do nosso ídolo e defendê-lo quando necessário (e com mais propriedade e segurança, livre da idolatria), claro que não! Tudo que nos cega e nos tira da realidade, é ruim. Ter um olhar crítico é essencial para pensarmos o mundo em que vivemos. Quando ficamos cegos não enxergamos os problemas e por isso, ficamos alienados. Por isso, acredito que o meu amor pela Angélica não morrerá com o passar do tempo e nem perderá a chama inicial, pois ele está construído com bases sólidas, não em pirâmides de areia.

15) Como e quando conheceu o blog Angelical Touch? Foi através do seu dono, o Mateus Luz, que postava algumas coisas na comunidade da Angélica, no Orkut, e divulgava o seu blog. Fiquei curioso, entrei a primeira vez e não sai mais. Esse é o resultado de um trabalho bem feito, o sucesso, a credibilidade e o respeito de quem passa por aqui. Hoje em dia, para mim, é o mais atualizado e confiável veículo de informações sobre a Angélica. Não tenho receio em dizer: o trabalho realizado aqui é digno dos maiores profissionais e merece todo o reconhecimento. Parabenizo ao Mateus pelo esforço e dedicação! Mateus é um prazer poder participar do blog e conhecer, mesmo que virtualmente, uma pessoa como você.

16) Além da Angélica, gosta/coleciona outro artista? Gosto de muitos artistas, principalmente do mundo da música, mas não coleciono nenhum e, amor de fã mesmo, só pela Angélica, mas gostaria de citar aqui algumas referências: Cyndi Lauper, Michael Jackson, Whitney Houston, Queen, Europe, Bon Jovi, Cold Play, Elis Regina, Rita Lee, Alceu Valença, Zé Ramalho, Djavan, Cazuza, Legião Urbana, Paralamas do Sucesso...


FIM!

Vocês acabaram de ler a entrevista do Fagner, que se tornou, sem querer desmerecer ninguém, a minha favorita de todas que já passaram por aqui. Eu gosto de usar exemplos, e gostaria que vocês notam-se uma qualidade muito importante que o Fagner tem: respeito! Ele, que já se envolveu em desentediamentos aqui por intolerância de alguns, é o tipo de pessoa que defende sim sua opinião, mas não faz disso uma regra imposta a uma outra pessoa que pensa diferente. Além disso, concordo plenamente que "idolatria é algo ruim, que nos cega e nos tira da realidade. Ter um olhar crítico é essencial para pensarmos o mundo em que vivemos". Isso se aplica para uma boa convivência no nosso Mural, nos fóruns que vocês forem entrar por aí e para a nossa vida de um modo geral. Também fiquei fascinado com as "referências"de artistas que o Fagner citou, que fazem parte do meu repertório particular. Por último quero agradecer as palavras na pergunta 15, que como eu sempre digo, são as maiores recompensas que eu posso ter com esse blog. O reconhecimento de vocês é muito importante, ainda mais quando vem de alguém capaz de criar uma nota tão bem-escrita que confundiu muitos fãs por aí, até a mim (risos). Aproveito e convido vocês para clicarem aqui e passar a participar da comunidade oficial da Angélica no Orkut que sempre promove a discussão saudável entre fãs, além de possuir um grande acervo de fotos e informações de vários momentos da carreira de Angélica. Obrigado Fagner pela incrível entrevista!

Quer ser o próximo? Então nos envie um e-mail clicando aqui. Conheça nossa página dedicada aos fãs aqui, adicione-a aos seus favoritos, e participe ativamente! Envie sua sugestões de perguntas para o nosso e-mail (aqui) ou deixe sua sugestão nos comentários. Você poderá ser o próximo!

OBS.: As informações tal como as fotos enviadas são de total responsabilidade do entrevistado. Não nos responsabilizamos pelo conteúdo expresso e dito pelo entrevistado. No caso de uso indevido de seu conteúdo, avise-nos através da nossa página de contato para que possamos tomar as devidas providências.

0 comentários:

Postar um comentário

LEIA AS REGRAS:
Todos os comentários são lidos e moderados previamente.
São publicados aqueles que respeitam as regras abaixo:

- Seu comentário precisa ter relação com o assunto do post;
- Ofensas ao dono e aos leitores não são aceitas;
- Os artistas citados no texto não podem sofrer nenhum tipo de ofensa nos comentários;
- Deixe o link do seu blog para que eu possa visitá-lo.

OBS.: Comentários dos leitores não refletem as opiniões do blog.

Obrigado pela visita, volte sempre!!

 
Back to top!